Ludera

A qualidade de vida e a reciprocidade nos ambientes corporativos

A qualidade de vida e a reciprocidade nos ambientes corporativos

Por qualidade de vida (QV), entenda-se a satisfação da pessoa com sua vida, abrangendo os seus diferentes aspectos. E, QV no trabalho é indispensável, e as empresas estão começando a pensar mais nesse tema. Até porque, o colaborador passa mais tempo da sua vida dentro do seu trabalho. Sabe-se que colaboradores com melhor qualidade de vida são mais produtivos, o que via de regra reduz os custos e traz mais retorno para a empresa.  Isso acontece por um simples motivo: a reciprocidade.

Você sabe o que é reciprocidade?

Reciprocidade, a grosso modo, é você responder com a mesma atitude uma situação. Logo, um colaborador que sente que seu trabalho lhe proporciona uma boa qualidade de vida, vai responder com maior empenho o seu trabalho. Um colaborador insatisfeito, responde não produzindo e gerando custos para as empresas.

Mas como melhorar a qualidade de vida do colaborador?

A qualidade de vida é uma percepção individual. Para alguns, trabalhar perto da empresa é qualidade de vida, para outros uma cadeira confortável e uma mesa organizada também é qualidade de vida. Um programa de saúde pode agradar um colaborador e deixá-lo motivado e feliz, mas não agradar a outro. Por isso, organização é necessário conhecer as necessidades individuais e propor ações para o bem do coletivo.

Feedbacks construtivos também são importantes para o desenvolvimento do colaborador dentro da empresa. Investir no funcionário oferecendo possibilidades de capacitação também mostra que a empresa se importa com o seu crescimento e tem interesse que ele execute seu trabalho da melhor maneira.

Há ainda a possibilidade de outras ações, como trazer os dependentes dos colaboradores para perto da empresa, o que pode auxiliar em diversos aspectos da vida da família. Muitas organizações oferecem cursos e palestras para os dependentes de seus funcionários. Esse tipo de atitude dá a sensação de cuidado para o colaborador, mostrando que a empresa se importa com uma parte fundamental da sua vida: a sua família.

José Roberto Marques, presidente do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), escreveu um artigo mostrando 13 dicas e benefícios para a valorização e satisfação do colaborador. Confira:

  1. Investimento no treinamento e desenvolvimento dos colaboradores
  2. Maior engajamento das equipes a partir de sua valorização
  3. Definição de áreas comuns para a integração dos funcionários
  4. Valorização de competências e habilidades dos empregados
  5. Incentivo a relacionamentos interpessoais mais positivos
  6. Estímulo ao individual e coletivo aos direitos dos trabalhadores
  7. Maior atenção à segurança e saúde dos profissionais no trabalho
  8. Elevação da produtividade individual e coletiva dos colaboradores
  9. Ganho de saúde física e emocional com projetos de ergonomia e ginástica laboral
  10. Redução nos casos de doenças provenientes do trabalho
  11. Criação de um ambiente mais saudável para a execução das tarefas
  12. Inclusão e acessibilidade para portadores de deficiências físicas
  13. Fomenta a liberdade de expressão e participação de todos

Os Recursos Humanos são geralmente o setor da empresa que gere a questão de qualidade de vida. Mas, nada impede que um gestor/ líder e até um colaborador dê sugestões de melhorias, tornando as ações mais assertivas.

A Ludera visa melhorar a qualidade de vida dos colaboradores dentro da empresa através de games. O jogo vai abordar vários temas relacionados a QV, mostrando a importância e como pequenas atitudes podem fazer toda a diferença, além do engajamento que o game traz, já comentado no post anterior. Você também pode personalizar todas as trilhas de um game através das suas necessidades, podendo tornar o tema ainda mais realista ao seu atual problema, tendo assim, uma adesão ainda maior por parte dos colaboradores.

Acesse nosso blog para ficar por dentro de mais assuntos como esse e outros dentro do mundo corporativo.

Deixe uma resposta

Fechar Menu