Ludera

Série Engajamento [1]: o que é e como ele funciona no ambiente de trabalho?

Série Engajamento [1]: o que é e como ele funciona no ambiente de trabalho?

Você compreende a importância do engajamento no ambiente de trabalho? Acha que a sua equipe está engajada? Vamos explorar um pouco mais esse conceito.

No cenário corporativo atual, diante de tanta competitividade, o conceito de engajamento tornou-se um elemento chave para produzir resultados satisfatórios, tanto para a empresa quanto para os colaboradores.

Uma equipe engajada apresenta melhor performance, cada indivíduo sente-se valorizado por seu desempenho, e a corporação ganha em termos de produtividade.

Entretanto, apesar de ser um elemento fundamental, as empresas ainda encontram dificuldades na hora de promover as ações certas para engajar sua equipe.

Ao longo deste artigo, vamos compreender, com base em dados, a importância do engajamento no ambiente trabalho. Também vamos avaliar os sinais que indicam a presença ou a falta de engajamento em uma empresa, assim como o impacto financeiro resultante desse fator.

A importância comprovada do engajamento no ambiente de trabalho

As estatísticas comprovam os efeitos positivos do engajamento no ambiente de trabalho. Segundo um levantamento feito pela Gallup (organização norte-americana de pesquisa de opinião), as empresas que trabalham com altos índices de engajamento apresentam em torno de 22% a mais de produtividade (consulte aqui o artigo de referência).

No entanto, o resultado do engajamento corporativo não consiste apenas em aumentar a produtividade. Além da corporação, os colaboradores e os clientes também são favorecidos com os efeitos desse processo.

O sucesso das equipes engajadas é refletido nos menores índices de absenteísmo dos funcionários, menores índices de acidentes de trabalho e afastamentos médicos, em melhorias na qualidade do trabalho e no aumento da satisfação dos clientes (comprovado pela queda nos números de reclamações em até 65%).

“Funcionários engajados são mais atentos e vigilantes. Eles cuidam das necessidades dos seus colegas de trabalho e da empresa como um todo, porque está na personalidade deles ser os “donos” do resultado do próprio trabalho e da organização.” Jim Harter, PhD e cientista chefe da Gallup Research.

Em outra pesquisa norte-americana (para ver a fonte, clique aqui), os entrevistados foram questionados sobre suas estratégias de apoio aos funcionários e a importância dessas ações, com base nos aspectos físicos e mentais.

Os resultados da pesquisa indicaram que o apoio ao bem-estar total dos colaboradores é um dos maiores objetivos das organizações atualmente. Em diversos países, as empresas consideram que promover o bem-estar dos indivíduos é o caminho para aumentar o desempenho organizacional.

Os programas de engajamento continuam ganhando espaço nas corporações. Em 2008, 34% das empresas multinacionais adotaram essas estratégias, passando para a marca de 56% em 2014 e 69% em 2016.

As prioridades diferem de acordo com o país ou continente, mas em geral os principais programas implementados envolvem promoção de saúde, atividades físicas, nutrição e redução de estresse.

O estresse ainda é o principal problema trabalhado nos programas das empresas europeias, com enfoque também nos casos de depressão, enquanto que na Austrália e na Nova Zelândia ocupa a terceira posição em termos de prioridade. Já na Ásia, América Latina, Estados Unidos e Canadá, o estresse não figura entre os cinco principais pilares de qualidade de vida, cujo foco está em programas de atividades físicas e nutrição.

Independentemente dos programas implementados e da ordem dos problemas trabalhados, existe uma ênfase global na importância de investir em estratégias de apoio ao bem-estar dos colaboradores. Com isso se dá o aprofundamento dos valores organizacionais e o alcance dos objetivos fundamentais da corporação.

Como medir o engajamento nas empresas?

Uma equipe engajada vai além da motivação, o engajamento permite explorar o máximo do desempenho de cada colaborador. Funcionários engajados vestem a camisa da empresa, se esforçam mais em suas tarefas e são altamente comprometidos com seu trabalho.

Contudo, muitos gestores ainda não sabem como medir o nível de engajamento de sua equipe e interpretam os resultados de forma equivocada.

O engajamento não pode ser avaliado somente a partir da pesquisa interna de satisfação. Colaborador satisfeito não é sinônimo de colaborador comprometido. Obviamente, o nível de satisfação facilita o engajamento, mas isso não é tudo, existem outros fatores a serem avaliados.

A pesquisa de satisfação avalia a opinião dos colaboradores em relação às politicas da empresa, comunicação interna, postura dos gestores, relações interpessoais no ambiente de trabalho, reconhecimento pessoal, etc. Já o engajamento é medido com base no alcance de metas, ou “drivers”.

As metas dependem do esforço de cada colaborador para cumprir suas funções dentro da empresa. Para isso, um processo eficiente é a gamificação.

A gamificação estimula um envolvimento mais acentuado entre o indivíduo e os objetivos da empresa, promovendo mais interatividade e atraindo a atenção dos colaboradores para o trabalho em equipe, a formação de novas alianças e o reconhecimento pelo mérito.

Quais os sinais da presença e da falta de engajamento corporativo?

O baixo engajamento dos colaboradores acarreta uma série de dificuldades, ou prejuízos, para a empresa. A falta de motivação e envolvimento dos funcionários pode ser percebida com os seguintes indicativos:

  • Alto índice de absenteísmo, incluindo afastamentos médicos;
  • Acidentes de trabalho decorrentes da falta de treinamento adequado;
  • Alto registro de quebra e manutenção de equipamentos, devido à falta de preparo para a tarefa;
  • Excesso de tempo despendido com tarefas que poderiam ser realizadas com mais celeridade;
  • Desperdício de recursos;
  • Desânimo e pouca vontade de contribuir e aprender.

Ao contrário, uma equipe engajada é evidenciada por sua ligação afetiva com os valores e os objetivos da organização. Colaboradores engajados apresentam comprometimento, entusiasmo, energia, resiliência, habilidade em resolução de conflitos, autonomia, vontade de aprender e de encarar novos desafios, vontade de crescer e de contribuir para a coesão da equipe e para o crescimento da empresa.

O impacto financeiro do engajamento

Se estamos refletindo sobre o quanto o fator engajamento contribui para o aumento da produtividade, logo podemos concluir que em relação às questões financeiras existe um impacto bastante positivo para a organização.

Por outro lado, a falta de engajamento dos colaboradores, além de estagnar os resultados de uma empresa, ainda pode gerar danos aos cofres da corporação. Isso porque substituir um funcionário desengajado pode custar muito dinheiro, considerando que a empresa terá que arcar com gastos envolvidos na demissão e na contratação e treinamento de novos colaboradores.

Com tudo o que foi dito até aqui, concluímos que o engajamento no ambiente de trabalho, hoje, é fator determinante para o sucesso de uma empresa, tanto em relação aos lucros e à produtividade quanto em benefício ao colaborador, sua motivação e qualidade de vida.

Para muitas empresas ainda há um longo caminho a ser trilhado para alcançar o engajamento da equipe. Esse é o caso da sua empresa? Você sabe qual é a solução para melhorar o engajamento no ambiente de trabalho?

No próximo post dessa série, vamos apresentar os principais elementos para um bom engajamento de equipe. Acompanhe!

Este post tem um comentário

  1. Jim Harter foi o idealizador de tal teoria ” engajamento no trabalho” !? Aprimorado de teorias antigas. Quando Jim Harter publicou tal estudo ? Estou fazendo um trabalho de Psicologia na Administração e pesquisando sobre teorias contemporâneas motivacionais, tais como Autoeficácia; Autodeterminação; Definição de Metas; Equivalência( Equidade); Expectativa; e Engajamento no Trabalho. Se vocês tiverem algum material que possa me ajudar, podem me enviar. Desde já agradeço.
    Att.
    Gabriel Torma
    Discente em Administração – FURG

Deixe uma resposta

Fechar Menu