Ludera

Você busca a felicidade dos seus colaboradores?

Você busca a felicidade dos seus colaboradores?
Moisture Festival 2010, photo by Michelle Bates

Vivemos um momento especial na história da espécie humana, uma fase de transição marcada por grandes conquistas, com a quebra de paradigmas e incríveis novas descobertas, destacando-se o incrível aumento da longevidade.

Dentro desse processo de evolução ganha especial destaque a busca pela realização nos mais diversos sentidos… O homem adquire a possibilidade de gozar de uma quantidade inacreditável de experiências ao longo da vida, mas esses mesmos avanços geram grandes desafios, novas questões e crises que devem ser enfrentadas e resolvidas.

Com o aumento do tempo de vida sofremos as consequências de cada escolha, de cada ação ou falta de ação, como nunca antes pudemos imaginar!

Você já pensou o quanto as suas escolhas podem impactar à felicidade dos colaboradores da sua empresa?

Mas como fazer isso? O primeiro ponto é entender o que é a felicidade!

Certamente a felicidade não é algo externo, definível e classificável, mas sim algo complexo, variável e particular, vinculado a percepções pessoais, experiências individuais. Um mesmo acontecimento pode proporcionar extremo prazer para alguns, mas se demonstrar intensamente desagradável a outros, e vice-versa! Além disso, a interpretação de cada experiência vivida é um processo subjetivo, mutável e transitório.

A transitoriedade da vida contamina a própria sensação de felicidade, favorecendo a ideia de que a felicidade é na realidade um estado momentâneo capaz de oferecer a sensação de realização, de plenitude, de liberdade, de prazer… mas que, em outro momento da vida de uma mesma pessoa, pode mudar completamente de significado.

Outro ponto importante quando se analisa a felicidade humana é sua ampla complexidade, a multiplicidade de elementos que a compõem, com diversos fatores envolvidos na percepção de bem estar.

Acreditamos que no contexto da saúde, a felicidade está baseada no equilíbrio sustentável de 6 pilares para a vida plena. Como no famoso desafio do equilibrista com vários pratos rodando sobre varetas, devemos estar atentos a diversos elementos capazes de tornar nossa vida mais alegre e plena, focando nossa atenção em determinado ponto a cada instante, mas sem deixar de considerar todos continuamente, priorizando a atenção aos fatores que precisam de mais cuidado, mantendo o estímulo para todos ao longo do tempo, a cada novo dia…

  • Atividade física
  • Nutrição
  • Saúde financeira
  • Comportamentos preventivos
  • Relações sociais
  • Lazer

Cada elemento tem sua importância na definição do todo e possíveis imperfeições focais dentro de um padrão de flutuação podem não interferir sensivelmente na percepção global de felicidade. Mais importante que o estado transitório de cada pilar é a definição de planos de ação programada para a contínua evolução global, permitindo a ocorrência de variações sem perder a sensação de realização, mantendo a melhor resposta na maioria dos elementos definidores da nossa felicidade.

Nesse contexto, a pergunta que deve fazer é: como sua empresa está lidando com esses pilares? Todos são considerados e contemplados nas ações de saúde?

O papel de promover a felicidade de outras pessoas envolve uma grande responsabilidade ao considerar esses aspectos. Criar oportunidades para que seus colaboradores possam buscar equilíbrio e evolução, mantendo a emoção positiva, a alegria na alma e o sorriso no rosto é um objetivo que deve ser buscado. Afinal, a felicidade não pode ser definida ou comprada, mas deve ser percebida e conquistada, com atitudes conscientes e planos coerentes.

Deixe uma resposta

Fechar Menu